terça-feira, 29 de maio de 2012





Me perdoe Pai, por as vezes desrespeitar meu próximo, por as vezes pecar, por as vezes me sentir sozinho, por as vezes julgar o meus irmãozinhos! É que todo dia o pecado, as propostas, as tentações vem e me chamam. Mais eu declaro também Senhor, todos os dias se for preciso, que eu escolhi o Senhor meu Deus! Escolhi teu caminho, escolhi tua paz, escolhi o teu colo. Eu te quero tanto Deus! Aprendi que sem os seus cuidados em mim, eu não vivo. Sem a sua presença eu não vivo! Eu prefiro morrer do que me afastar de ti meu Grandioso. Querido Deus, que fez o milagre acontecer em mim, eu te glorifico por ter lavado minha alma, lavado meu espirito! És tudo para mim Senhor, e eu te adorei, porque tu és Santo e digno das minhas louvações! Tu és o meu Pai, e eu confio em ti, confio tanto que minha vida eu entrego nas suas mãos. Espirito Santo de Deus, que nunca me deixou quando eu implorei a sua atenção, que nunca me deixou sem consolo, sem abraços. Como te agradecer Senhor Jesus? Provou grandiosamente o teu amor, sendo crucificado, com dores e rejeições. Pai, eu te peço perdão pelos dias em que duvidei do seu poder, e peço que tenha misericórdia de todos os meus irmãos que não creem em ti. Eu amo te chamar de Pai, meu Pai de amor, meu Pai de Forças, meu Pai de Graça, o grande Deus. Eu te amarei, assim, pra sempre. E um dia, eu creio, que estarei contigo, face a face, eu e você, e direi olhando em seu olhos de fogo: Valeu a pena. Na verdade, já valeu a pena. Já valeu a pena mesmo!