sábado, 13 de agosto de 2011

Eu não queria ter que dizer isso, muito menos pensar assim, mais juro minha maior vontade agora é de correr pros seus braços (fico até imaginando fazendo isso) e te abraçar muito forte e dizer o quanto eu a amo, e perguntar por que as coisas são assim? (é como todas vezes chorar)